Novidades

Não vai demorar

Quero desafiá-lo a olhar para esta profecia como se Deus estivesse falando diretamente a você. Portanto, se você está triste porque a dor da perda de alguém querido é muito forte, creia que mais um pouquinho de tempo e o que tem que vir, virá.

Por isso, no programa de hoje vamos responder pelo menos três perguntas: de quem o autor de Hebreus está falando? Quanto tempo seria essa espera? Qual a razão dessa demora?

Não existe unanimidade sobre quem escreveu a carta aos Hebreus, porém, boa parte dos estudiosos da Bíblia crê que foi o apóstolo Paulo. Eu também acredito que tenha sido Paulo, porém, naturalmente, respeito quem pensa diferente.

“Se aceita geralmente que Hebreus foi escrito antes da destruição de Jerusalém. O número de dirigentes da Igreja cristã antes do ano 70, era muito reduzido. Qual dos lideres antes deste tempo teria condição de discutir temas tão profundos como os que são discutidos na carta aos Hebreus? A pessoa com as melhores condições de discutir estes temas é Paulo” (C.B.A.S.D. vol.7, p.403).

Paulo está profetizando que um pouquinho mais de tempo, um tempo bem reduzido, bem pequeno, e o que tem que vir virá. De quem ele está falando?

Não há nenhuma dúvida de quem ele está dizendo que viria. É o mesmo que os outros profetas também aguardavam para os dias deles. E a promessa ficou muito bem registrada por João (14:1-3): “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”.

O evangelista e médico Lucas também foi bem claro e detalhista (21:27): “Então, se verá o filho do Homem vindo numa nuvem com poder e grande glória”. Veja que ele amplia a idéia da segunda volta de Cristo. Ela será com muito poder e glória. Muito maior do que a mais espetacular das festas promovidas pela realeza do passado e do presente. A cena será indescritível. Por isso, a única forma que Lucas encontrou para descrever foi dizer que “será com poder e grande glória”.

Já o apóstolo Tiago, escrevendo sobre o tema da segunda vinda de Cristo, fez o seguinte apelo:
“Sede, pois, também pacientes e fortalecei o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima” (5:8).

Poderia continuar apresentando outros textos de outros escritores bíblicos que registraram a promessa profética da volta do Senhor. O tempo, porém, não permite. Por isso, quero que, com estas três declarações, afirmar que Cristo vai voltar – acredite você ou não. A volta de Cristo não depende da vontade de nenhuma outra criatura neste grande Universo. A decisão da volta de Cristo está sob o absoluto controle de Deus.

O autor de Hebreus tinha convicção de que seria dentro de pouco tempo. Porém, já se passaram quase dois mil anos e cadê o cumprimento da promessa feita por Jesus? Por que Ele ainda não veio?

Amigo ouvinte, esta é uma boa pergunta. Mas não podemos tratar as coisas de Deus, usando os nossos conceitos. Deus não é limitado pelo nosso tempo. O tempo dEle é diferente do nosso. Pedro chegou a escrever que, para Deus, mil anos é como se fosse um dia e um dia como mil anos (II Pedro 3:8).

Não tenha nenhuma dúvida. Esta profecia vai se cumprir no tempo certo, na hora certa, no tempo de Deus, no momento em que todas as oportunidades de salvação forem generosamente oferecidas ao ser humano.

Estudando as cartas de Paulo você percebe a paixão e a expectativa pelo retorno do Senhor. Ele cria que Jesus voltaria nos dias dele. Por isso afirma que “um pouquinho mais e Ele virá”.

Sabe, esse sentimento de urgência relativo a volta de Jesus deveria estar incendiando o coração de cada cristão. Com o passar do tempo parece que vemos a igreja perdendo o entusiasmo e a expectativa pelo retorno do Senhor. O assunto é poucas vezes falado dos púlpitos. E deveria ser o contrário, pois, afinal, essa é a razão da nossa esperança;

Quanto tempo, ainda, vamos esperar? Jesus contou algumas parábolas buscando ensinar aos crentes de todas as épocas a importância da paciência e perseverança na espera. Uma delas, a parábola das dez virgens, fala do noivo que demora, mas que, finalmente chega. Metade do grupo é encontrado desprevenido.

Amigo ouvinte, não importa quanto tempo tenhamos que esperar. O mais importante é o que estamos fazendo enquanto esperamos. Estamos aproveitando o tempo de graça e oportunidade para um preparo real para o encontro com o Senhor? Se fosse hoje, você estaria pronto?

Encerro com as palavras do apóstolo Pedro, na segunda carta que escreveu, capítulo 3:9 – “Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento”.

Facebook Comments

sobre TEMPO PROFETICO TEMPO PROFETICO

Além disso, verifique

O que é profecia?

O mundo das profecias é extraordinário. Para muitos é algo completamente escuro e desconhecido. Às …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Portal Tempo Profético Online

Nesse Portal teremos Matérias com mais detalhadamente sobre as Profecias.

× Atendimento Online!