Novidades

A pedra que feriu a estátua

Mas além da estátua o rei havia visto algo mais. Daniel 2:34 e 35: “Estavas vendo isto, quando uma pedra foi cortada, sem auxilio de mãos, a qual feriu a estátua nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçou… Mas a pedra que feriu a estátua se fez um grande monte, e encheu toda a terra”.

Daniel, finalmente, dá ao rei o significado da última parte do sonho. Versos 44 e 45: “Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído. Este reino não passará a outro povo, mas esmiuçará e consumirá todos estes reinos e será estabelecido para sempre. Como viste que do monte foi cortado uma pedra, sem auxilio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro, o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho e fiel a interpretação”.

Tudo agora estava claro, tudo era compreensível, tudo fazia sentido. Nabucodonosor reconheceu que o Deus de Daniel era o maior de todos os deuses (Daniel 2:47). Era isto mesmo que ele havia sonhado. Estava convencido que a interpretação era correta. Daniel foi honrado pelo grande rei, com riquezas e prestigio político, pois chegou a ser o governador de toda a província de Babilônia (Daniel 2:48).

Amigo ouvinte, o que desejo chamar a sua atenção neste último programa sobre Daniel, capítulo dois, é para a parte final da profecia. Todos os reinos passaram como Daniel profetizou. Um após o outro. No devido tempo surgiriam líderes e desapareceriam líderes. E, no tempo certo, Deus viria para intervir na história da humanidade. A pedra que foi cortada sem o auxílio de mãos humanas e feriu os pés da estátua, diz exatamente isto. É a intervenção de Deus sem o auxilio humano. A pedra é, portanto, a intervenção divina neste mundo. Mas a grande pergunta é: Quando acontecerá esta intervenção?

Para entendermos bem este assunto temos que voltar no tempo. Temos que voltar ao inicio de todas as coisas, temos que ir ao Éden. Quando Deus criou Adão e Eva eles faziam parte do reino de Deus aqui neste planeta. Era o plano de Deus que a raça humana se multiplicasse até que enchesse toda a terra (Gênesis 1:28). Mas o diabo resolveu interferir no plano, no sonho de Deus. Satanás buscou uma forma de enganar o primeiro casal e apresentar uma nova proposta, uma nova maneira de viver. Deus havia dito que eles não deveriam se aproximar da arvore do conhecimento do bem e do mal (Gênesis 2:17), mas Satanás estava justamente nesta árvore incorporado numa serpente e comia deliciosamente o fruto que Deus havia proibido (Gênesis 3:1-3). Eva cedeu ao apelo da serpente de ser igual a Deus, de querer ser mais, de saber mais, de achar que sabe mais do que Deus, e comeu do fruto e deu ao marido dela e ele comeu também (Gênesis 3:6). O novo mundo, através do simples gesto de comer de fruto, agora pertencia a outro senhor. Eva escolheu servir a outro senhor e Adão também. Venderam a humanidade toda por um minuto de prazer, por um minuto de curiosidade. O jovem casal não mais podia estar na presença de Deus. Tinham vergonha do Senhor. E procuraram se esconder do Pai celestial (Gênesis 3:8). Agora pertenciam a Satanás.

Deus, porém, não podia suportar a idéia de ver os filhos dEle nas mãos de um seqüestrador, de um usurpador. Um plano foi colocado em ação. O Filho de Deus deveria vir a este mundo e pagar o preço do resgate, e dar a chance aos seres humanos de poderem estar com Ele novamente.

E Ele veio no tempo estabelecido. Venceu a Satanás. Venceu a morte, pagou o preço do resgate e hoje temos a oportunidade de escolher entre fazer parte do reino de Deus ou do reino do diabo. Antes de voltar aos céus, prometeu regressar uma segunda vez para levar com Ele os redimidos de todos os tempos e de todas as épocas.

Vivemos hoje a expectativa do retorno do advento, da segunda vinda de Jesus. Não sabemos o dia nem a hora. Mas Ele sabe. Deixou os sinais – e todos eles se cumprem de maneira rápida e segura. A profecia diz que no tempo indicado, Deus irá intervir. E Ele vai intervir “nos dias destes reis”. A Europa já está dividida há muitos séculos. A crise é mundial. As autoridades do mundo não têm solução para a maioria dos problemas. Fome, desemprego, doença, terrorismo, violência, guerras… uma lista interminável!

A grande questão que nos deve levar a refletir é: estou preparado para viver neste lugar onde a morte a dor e a lagrima não mais farão parte? A vida que estou levando hoje é mais para o reino de Deus ou para o reino de Satanás? Tenho aceitado a Jesus como Salvador pessoal e feito a vontade dEle no meu viver?

O desafio para você agora é aceitar a salvação gratuita que Ele oferece e se preparar para o encontro inevitável que teremos com Ele em breve. Faça isso agora. Você não se arrependerá. Jamais Ele deixou de cumprir as promessas que fez.

Facebook Comments

sobre TEMPO PROFETICO TEMPO PROFETICO

Além disso, verifique

O que é profecia?

O mundo das profecias é extraordinário. Para muitos é algo completamente escuro e desconhecido. Às …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Portal Tempo Profético Online

Nesse Portal teremos Matérias com mais detalhadamente sobre as Profecias.

× Atendimento Online!