Inicial SEGUNDA VOLTA DE JESUS Crenças fundamentais dos adventistas: A Segunda Vinda de Cristo

Crenças fundamentais dos adventistas: A Segunda Vinda de Cristo

14 minutos de leitura
0
0
69

A fé dos adventistas está na esperança do breve retorno de Jesus, que dará fim a um mundo de sofrimento e dor.

Saudações, amigos! Hoje vamos considerar o evento mais incrível e transformador de toda a vida — a Segunda Vinda de Jesus Cristo! Este é o ponto culminante de todas as esperanças dos crentes ao longo de milênios.

Ao descrever esse glorioso evento, o profeta Isaías escreveu: “Naquele dia, se dirá: Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e ele nos salvará; este é o SENHOR, a quem aguardávamos; na sua salvação exultaremos e nos alegraremos” (Isaías 25:9). No Salmo 50:3 lemos: “Vem o nosso Deus e não guarda silêncio; perante ele arde um fogo devorador, ao seu redor esbraveja grande tormenta.”

Enquanto estava na Terra, Jesus disse aos Seus discípulos: “Vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também” (João 14:2,3). Ele repete essa promessa com urgência em Apocalipse 22, dizendo no versículo 7: “Eis que venho sem demora. Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro”; versículo 12: “E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras”, e, no versículo 20: “Certamente, venho sem demora.”

E estes são apenas alguns dos versículos que nos asseguram que Jesus está voltando! A Bíblia também nos diz como Ele virá.

Quando Jesus subiu em uma nuvem, dois anjos asseguraram a Seus discípulos que “Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir” (Atos 1:11).

E será um retorno visível! As Escrituras afirmam claramente: “Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá” (Apocalipse 1:7). Enquanto Seus seguidores se regozijarão, Cristo notou a resposta dos ímpios, dizendo: “todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória” (Mateus 24:30).

Jesus não voltará sorrateiramente à terra, apenas aparecendo para algum grupo aqui ou ali. A Bíblia nos diz: “o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus” (1 Tessalonicenses 4:16).

Esse grito será ouvido em todo o mundo! A próxima parte do versículo nos diz que acordará os justos mortos e eles se levantarão para encontrá-lo nos ares, junto com os justos vivos. Oh, que dia maravilhoso será esse!

Ellen White dá esta bela descrição: “Cristo vem com poder e grande glória… Ao passo que os ímpios fugirão de Sua presença, os seguidores de Cristo rejubilarão… Dos fiéis seguidores, Cristo tem sido companheiro diário, amigo familiar. Viveram em contato íntimo, em comunhão constante com Deus… Estão preparados para a comunhão do Céu; pois têm o Céu no coração” (Maranata, p. 96).

Nossa Crença Fundamental Adventista do Sétimo Dia número 25 afirma:

“A segunda vinda de Cristo é a bendita esperança da Igreja, o grande ponto culminante do evangelho. A vinda do Salvador será literal, pessoal, visível e universal. Quando Ele voltar, os justos falecidos serão ressuscitados e, junto com os justos que estiverem vivos, serão glorificados e levados para o Céu, mas os ímpios irão morrer. O cumprimento quase completo da maioria dos aspectos da profecia, bem como a condição atual do mundo, indica que a vinda de Cristo é iminente. O tempo exato desse acontecimento não foi revelado, e somos portanto exortados a estar preparados em todo o tempo.”

Claro, a pergunta frequentemente feita é: “Quando Ele virá?” Os discípulos de Cristo Lhe fizeram essa pergunta, e Jesus respondeu apontando para a profecia e os encorajou a procurar sinais de cumprimento. “Aprendei, pois, a parábola da figueira”, disse Ele. “Quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. Assim também vós: quando virdes todas estas coisas, sabei que está próximo, às portas” (Mateus 24:32,33). Ele então advertiu: “Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, senão o Pai” (v. 36).

As profecias de Daniel e Apocalipse deixam claro que estamos no fim dos tempos. Por exemplo, os estudiosos da Bíblia reconhecem que a profecia de Daniel 2, com sua imagem representando os reinos do mundo, revela que estamos vivendo nas pontas dos dedos dessa imagem – o próximo e último evento será a Segunda Vinda de Cristo. Outros sinais indicados nas Escrituras também foram e continuam a ser cumpridos. Você pode ler mais sobre a Segunda Vinda no site adv.st/crencas.

Amigos, estamos literalmente na porta daquele grande, cataclísmico e tremendo dia em que nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo, retornará para nos levar para casa.

No entanto, há alguns que duvidam que a vinda do Senhor esteja próxima. Isso não deve nos surpreender, como lemos em 2 Pedro 3:3-7 – “nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.”

Pedro aponta que esses escarnecedores “esquecem, deliberadamente” que Deus criou os céus e a terra, e que houve um dilúvio mundial. Ele então avisa que um dia tudo será destruído pelo fogo.

Pedro então dá importante instrução e encorajamento para aqueles que creem:

“… amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia. Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento” (vs. 8,9).

Ele então nos exorta, uma vez que a terra e todas as coisas nela serão destruídas, a considerar que tipo de pessoas devemos ser “Por essa razão, pois, amados, esperando estas coisas, empenhai-vos por serdes achados por ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis” (v. 14).

Que chamado temos, ficar perto do Senhor e permitir que Ele nos guie enquanto aguardamos ansiosamente a Sua vinda.

O livro de Hebreus nos encoraja: “Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma” (Hebreus 10:35-39).

Amigos, vamos reivindicar esta promessa juntos enquanto oramos agora. Pai nosso que estás nos céus. Obrigado pela maravilhosa salvação de nossas almas por meio do poder de Jesus Cristo. Por favor, ajuda-nos a nos apoiarmos todos os dias, todos os momentos em Jesus, que é o autor e consumador da nossa fé, aquele que é capaz de nos levar ao reino e de nos preparar para Sua breve segunda vinda. Alegramo-nos com o fato de que Jesus está voltando em breve. Então, Senhor, venha para perto de nós agora. Ajuda-nos a nos apoiarmos em Teus braços eternos e a perceber que a salvação é somente através de Jesus. Obrigado por nos ouvir nesta oração! Em nome de Jesus oramos. Amém!


Ted Wilson é o presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Carregue mais artigos relacionados
Carregar mais por TEMPO PROFETICO TEMPO PROFETICO
  • Falta pouco ainda que falte muito

    Desde que o mundo é mundo aguardamos o Messias. Sempre foi notável a necessidade de interv…
  • SÓ NA VOLTA

    Certamente você já leu algumas frases escritas em pára-choques de caminhão. São a dita sab…
  • Lágrimas no céu

    “E lhes enxugará dos olhos toda lágrima.” Apoc. 21:4 Este é um dos textos mais confortador…
Carregue mais SEGUNDA VOLTA DE JESUS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

As mensagens angélicas são para o nosso tempo?

Se todos soubessem que as mensagens deixadas por Deus para a humanidade por meio de três a…