Novidades

Morte antes da Queda

A vida só passou a ter um fim depois daquela escolha errada no Éden?

Essa pergunta parece ter uma resposta óbvia. Contudo, ela é um pouco mais complexa se pensarmos que não existe unanimidade para a definição de morte. Além disso, aparentemente a Bíblia não considera a vegetação como sendo formada por seres vivos. Portanto, ela não morre, mas simplesmente desaparece. Meu objetivo nesse texto não é definir a morte, e sim investigar se a Bíblia indica que havia morte antes da queda moral da humanidade.

  • Pecado e morte. A Bíblia estabelece uma correlação direta entre pecado, morte natural e eterna. Adão e Eva passaram pela morte como resultado de sua rebelião contra o Criador (Gênesis 2:17). Por causa da escolha deles, o pecado e a morte têm atingido toda a humanidade (Romanos 5:12; 6:23). A principal relação entre pecado e morte é a eterna separação de Deus, por ocasião do juízo final (Apocalipse 20:10, 14, 15). Para os pecadores arrependidos, porém, a morte natural é reversível, pois é um “sono” até o dia da ressurreição (João 11:11; 1 Tessalonicenses 4:13-18), quando o corpo dos crentes será redimido do poder da sepultura (Romanos 8:23; 1 Coríntios 15:53-56).
  • Criação e morte. Deus, que é a própria vida, é a única e exclusiva origem de toda a existência. Ele não criou um Universo com vida própria, mas um espaço que teve início e, teoricamente, poderá ter um fim. O Universo não emanou de Deus, não é uma extensão dEle. É Deus que, por meio da Sua presença e poder, sustenta Sua criação. Por isso, a imortalidade não é algo inerente a nenhuma criatura, senão ao Criador (1 Timóteo 6:16) que concede esse dom a quem Lhe convém. Contudo, a intenção de Deus não foi criar seres que tivessem um fim, mas sim seres que fossem eternamente sustentados por Ele. Consequentemente, não havia morte antes da queda moral de Adão e Eva.
  • Vida e morte. Ao chegar a essa conclusão, eu sugeriria que, antes da queda do Éden, a morte era conhecida apenas em nível conceitual, e não em nível experimental. Faz sentido pensar assim se, como sugeri, a criação não for auto-existente. Creio que Deus deve ter oferecido algum tipo de conscientização sobre a natureza das Suas criaturas. Isso pode soar especulação, mas não é. O conceito da morte foi introduzido por Deus antes da queda, quando Ele disse a Adão que ele morreria caso comesse do fruto proibido (Gênesis 2:17). Além disso, quando mentiu para Eva, a serpente (Satanás) não negou o conceito da morte, mas sim que a mulher efetivamente morreria. Essa é uma das mentiras mais radicais já pronunciadas por uma criatura na tentativa de equiparar um ser criado ao Seu Criador. A verdade é que a morte é o resultado do pecado, mas a vida é o resultado da morte de Cristo por todo aquele que nEle crê (Romanos 5:17).
Facebook Comments

sobre TEMPO PROFETICO TEMPO PROFETICO

Além disso, verifique

Uma profetisa entre nós

Uma jovem com cerca de 20 anos, de saúde frágil e pouco estudo formal, e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Portal Tempo Profético Online

Nesse Portal teremos Matérias com mais detalhadamente sobre as Profecias.

× Atendimento Online!