Novidades

Como identificar a igreja verdadeira (e as falsas)?

image_pdfimage_print

1. Qual é o fim dos caminhos que parecem direito ao homem? 

R.: “Há caminho que parece direito ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte”. Provérbios 16:25

A Bíblia Sagrada nos adverte firmemente para tomarmos cuidado com determinados caminhos. Isto porque existem muitos caminhos religiosos que aos olhos dos homens parecem direito, razão pela qual supõem que conduz à vida eterna.

Todavia, tais caminhos são enganosos, porque muitas vezes se apresentam revestidos de uma aparência de caridade, piedade, fé, ética cristã, fervor religioso, mas os seus ensinos doutrinários não estão de acordo com as claras revelações apresentadas nas Escrituras Sagradas.

Não estão em perfeita harmonia com o Evangelho de Cristo e com a Lei de Deus. Portanto, não estão em harmonia com a expressa vontade de Deus. Por essa razão, tais caminhos acabam conduzindo os seus adeptos à morte eterna. Por isso, se tais caminhos não estiverem em perfeita harmonia com a Palavra de Deus, deve ser imediatamente desprezado.

2. Para poder ver a alva deve-se falar segundo o que? 

R.: “À Lei e ao Testemunho! se eles não falarem segundo esta palavra, nunca verão a alva”. Isaías 8:20

Se esses caminhos, que supostamente dizem conduzir à vida eterna, não apresentarem suas doutrinas, fé e prática em sã conformidade com a Lei e com o Testemunho das Sagradas Escrituras, eles nunca verão a alva. Isto é, nunca terão a luz, mas permanecerão nas trevas.

Deve-se entender que a palavra “Lei” é uma referência aos primeiros cinco livros do Antigo Testamento, todos eles divinamente inspirados e escritos por Moisés (Lucas 24:44). E a palavra “Testemunho” é uma clara referência aos demais escritos bíblicos produzidos pelos santos profetas de Deus, pois o “Testemunho de Jesus Cristo” (Apocalipse 12:17) é o “Espírito de Profecia”. (Apocalipse 19:10).

Portanto, o ensino de qualquer caminho religioso deve ser analisado unicamente em função do que está registrado nas Sagradas Escrituras. Se as doutrinas ensinadas por tais caminhos não estiverem em perfeita harmonia com o que diz a Bíblia Sagrada, isto é uma clara indicação de que ao seu fim são caminhos de morte, e que nunca terão a luz da verdade e da salvação.

Portanto, cuidado! Aplicando esse princípio bíblico os bereanos foram “mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim”. (Atos 17:11).

ADVERTÊNCIA DE DEUS 

3. O que acontecerá nos últimos tempos? 

R.: “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios”. I Timóteo 4:1

A palavra “apostatar” quer dizer mudar de crença. E o Espírito Santo afirma claramente que nos últimos dias da história deste mundo, algumas pessoas iriam abandonar a fé nos claros ensinos das Escrituras Sagradas para darem ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas criadas pelos demônios. Isso significa que nos últimos dias haveria homens pregando e conduzindo as pessoas por caminhos equivocados.

Esses homens estariam ensinando doutrinas inspiradas pelos demônios. E como são inspiradas pelos demônios, tais doutrinas distorcem os claros ensinos da Palavra de Deus, visando unicamente enganar aqueles que nelas crerem.

4. O que surgirão nos últimos tempos e o que farão? 

R.: “Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos”. Mateus 24:24

Nos últimos dias, não sendo suficiente ensinar apenas doutrinas criadas pelos demônios; os falsos profetas – espíritos enganadores – visando seduzir as pessoas para os seus caminhos, ainda complementarão os seus ensinos com a realização de grandes sinais miraculosos e prodígios sobrenaturais.

Destarte, os doentes serão curados de inúmeras enfermidades; nas sessões de exorcismos os demônios simularão estarem sendo expulsos; e os falsos profetas manifestarão uma multidão de revelações dadas por inspiração dos demônios.

Mas tudo isso não passa de manifestações que a Bíblia chama de “prodígios de mentira” (II Tessalonicenses 2:9), porque com a realização dos mesmos, milhões de pessoas no mundo inteiro serão enganadas, e levadas a acreditarem nas doutrinas de demônios, simplesmente porque elas não se apegaram profundamente à Palavra de Deus.

Esses sinais são realizados com o poder dos demônios pelos falsos profetas, visando unicamente enganar e seduzir os homens para os seus caminhos. E, se fosse possível, esses milagreiros dos demônios enganariam até mesmo os santos do Altíssimo.

Mas como isso não é possível, porque os santos do Altíssimo estão alicerçados sobre a rocha da Palavra de Deus (Mateus 7:24-25), os falsos profetas conseguirão enganar somente os incautos. Aqueles que não receberam amor da verdade (João 17:17) para se salvarem. Por isso Deus permitirá a operação do erro, para que creiam na mentira. (II Tessalonicenses 2:10-11).

5. O que muitos dirão ao Senhor no dia do Juízo? 

R.: “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci: apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade”. Mateus 7:22-23

No dia do juízo final, muitas pessoas terão a ousadia de chegar diante de Jesus Cristo para reivindicar a sua salvação pessoal. Elas estão crentes de que viveram suas vidas em perfeita comunhão com Jesus.

Elas reivindicam sua salvação com base nos grandes sinais e prodígios que realizaram; alegam que profetizaram, que expulsaram demônios e que fizeram muitas outras maravilhas, tudo em nome do Senhor Jesus Cristo.

Mas a verdade nua e crua é que esses sinais e prodígios de curas, exorcismos e revelações não vieram da parte de Jesus Cristo, posto que Ele mesmo afirma categoricamente que nunca conheceu aquelas pessoas que diziam ter operado maravilhas pelo Seu nome.

Ora! Se não foi pelo poder do nome de Jesus Cristo que aquelas pessoas realizaram os grandes sinais e prodígios, tais como profecias, exorcismo e muitas outras maravilhas, então só pode ter sido pelo poder dos demônios que tais prodígios e maravilhas foram realizados (Mateus 24:24).

A triste realidade é que todas essas pessoas não herdarão a vida eterna, mas se perderão. Pois Jesus mesmo ordena para que elas se apartem dEle, além de considerá- las praticantes de “iniquidade”. Pois, Segundo Jesus, “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aqueles que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:21).

A Bíblia define iniquidade da seguinte maneira: “Toda a iniquidade é pecado”. (I João 5:17). E pecado é transgressão da Lei de Deus (I João 3:4-ARA). Portanto, essas pessoas condenadas por Jesus cometem iniquidade porque foram ensinadas a transgredirem a Santa Lei de Deus.

Logo, elas foram condenadas porque não fizeram a vontade de Deus, conforme claramente reveladas nas Sagradas Escrituras, mas se deixaram seduzir e enganar pelos grandes sinais e prodígios da mentira. Não confiaram nos claros ensinas da Palavra de Deus, mas confiaram em manifestações sobrenaturais.

“À Lei e ao Testemunho! se eles não falarem segundo esta palavra, nunca verão a alva”. (Isaías 8:20).

Foram levadas a crerem que tinham a aprovação de Jesus ao realizarem os grandes sinais e prodígios em Seu nome, quando na verdade estavam sendo enganadas por uma força diabólica. Portanto, os milagres não servem como base de referência para demonstrar a aprovação divina sobre determinado grupo religioso, posto que os demônios possuem o poder para produzirem grandes sinais e prodígios, como por exemplo: profecias, exorcismos, curas e muitas outras maravilhas.

Devemos tomar cuidado porque segundo as Escrituras Sagradas “há caminho que parece direito ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte”. (Provérbios 16:25). De uma maneira muito clara e significativa Jesus Cristo identificou esse grupo religioso como sendo constituído por cristãos, posto que têm Jesus Cristo como “Senhor”.

Mas a que movimento cristão pertence esse grupo condenado por Jesus? A resposta encontra-se na própria Bíblia. Esses supostos “cristãos” são perfeitamente identificados por Jesus Cristo como sendo aqueles que realizam grandes sinais e prodígios em “nome” de Jesus Cristo, tais como profecias, exorcismos e muitas outras maravilhas.

Ora! Se eles empregam o nome de Jesus Cristo em suas atividades religiosas, especialmente nas sessões de sinais e prodígios, é porque se trata dos grupos evangélicos, os quais se vangloriam de realizar, revelações, profecias, exorcismos, curas miraculosas em nome do Senhor Jesus, todavia ao mesmo tempo não possuem nenhum compromisso com a Lei e o Testemunho das Sagradas Escrituras.

Todos esses grupos evangélicos são sinceros em sua fé, caso contrário não se atreveria a chegar diante de Jesus para reivindicar a sua salvação. É claro que a sinceridade é necessária na vida do cristão, todavia não é suficiente para a salvação. Pois a pessoa pode ser sincera e estar redondamente enganada quanto ao caminho que está seguindo.

Além disso, a salvação não é dada somente pela sinceridade da pessoa, mas pela sincera fé no sangue remidor de Jesus Cristo. A pessoa verdadeiramente sincera é fiel em seguir a Deus com toda luz que possui a respeito da vontade do Senhor. Todavia, quando o seu erro lhes é mostrado pela Palavra de Deus, ela abandona o caminho falso para seguir a luz que lhe é apresentada.

Isto porque o seu compromisso e sinceridade é exclusivamente para com Deus, e não para com os homens, ou para com qualquer denominação religiosa.

6. A quem devemos atribuir os milagres? 

R.: “Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-poderoso”. Apocalipse 16:14

Segundo as Escrituras Sagradas, na verdade quem realiza os grandes sinais e prodígios de curas miraculosas, quem simula os exorcismo e quem oferece supostas revelações são os demônios, sob o comando do diabo, que engana todo o mundo. E não poderia ser de outro modo, pois o Espírito do Senhor é concedido somente àqueles que obedecem a Deus.

Eis o que diz as Sagradas Escrituras: “E nós somos testemunhas acerca destas palavras, nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem”. (Atos 5:32). E obedecer a Deus implica em guardar os Seus mandamentos, caso contrário a pessoa é considerada mentirosa:

“Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade”. (I João 2:4).

A maioria das curas realizadas pelos evangélicos são resultados de simples “efeito placebo” e não de milagres, posto que 70% das doenças são de origem psicossomáticas. De forma que pelo efeito placebo, até mesmo um copo de água é remédio.

Muitas outras supostas curas resultam da retirada, pelos próprios demônios, de encantamentos que anteriormente eles mesmos haviam lançado sobre determinadas pessoas. Você mesmo poderá constatar que muitas outras pessoas não são curadas nessas igrejas, porque elas realmente estão doentes.

A desculpa que dão para o fracasso da cura é atribuída a um mistério de Deus. Quanto ao exorcismo, pode-se constatar que os demônios estão dentro das próprias igrejas evangélicas que realizam tais práticas (Apocalipse 18:2). Em determinado momento do culto religioso os demônios tomam posse do corpo e da mente de as suas vítimas, as quais normalmente são pessoas com as mente mais frágil, devido a alguma doença.

A seguir o ministro, empregando o nome de Jesus Cristo, “pensa” estar expulsando o demônio do corpo da vítima, quando na realidade o demônio “simula” espontaneamente sua expulsão do corpo que acabara de possuir. E com essa atividade milhares de incautos desconhecedores da Palavra de Deus são enganados.

No que se refere às revelações, os demônios conhecem muitos detalhes da vida íntima da pessoa a quem costuma acompanhar; bem como retiram informações do subconsciente das pessoas e transmitem essas informações aos falsos profetas, que as usa convenientemente.

Assim, os falsos profetas supostamente revelam o passado da pessoa, mencionam membros de sua família e até mesmo fazem algumas previsões para as pessoas a quem eles estão revelando seu “dom”. Com relação às profecias, Satanás é capaz de fazer projeções no que se refere ao futuro.

Pois ele possui uma mente poderosa e brilhante, possui milhares de anos de existência, conhece bem a natureza dos homens e o rumo que a história está tomando, além de conhecer as Escrituras Sagradas (Mateus 4:6) e suas profecias.

Como se isso não bastasse Satanás ainda pode profetizar algum evento, e posteriormente provocar ou produzir o resultado por ele anunciado através dos falsos profetas. Portando, cuidado!

7. Quem se transfigura em anjo de luz?

R.: “E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito pois que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça: o fim dos quais será conforme as suas obras”. II Coríntios 11:14-15

Satanás é um anjo de trevas. Mas para enganar os homens ele até mesmo se transfigura em anjo de luz. Uma vez transfigurado em anjo de luz ele se esconde atrás do nome de Jesus Cristo, e realiza os chamados “prodígios da mentira”: curando, simulando exorcismo e dando supostas revelações aos seus ministros.

Transfigurado em anjo de luz, o caminho apresentado por Satanás parece direito aos olhos dos homens, mas o seu fim são os caminhos da morte. Muitos acreditam que somente Deus tem o poder para operar milagres. Mas essa crença é um dos grandes enganos de Satanás.

Pois as Escrituras Sagradas mostram claramente que os demônios também podem produzir milagres (Apocalipse 16:14). Logo, milagre não é critério de aprovação divina. Milagre não é regra que serve para confirmar se uma determinada igreja é verdadeira ou não. O único critério para identificar se uma igreja possui a verdade é o claro fundamento escrito da Palavra de Deus.

Somente procedendo como os bereanos (Atos 17:11) é que nós poderemos estar livres da obra de engano religioso que campeia o mundo todo em nossos dias.

8. Com que propósito os falsos ministros fazem os sinais?

R.: “E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia”. Apocalipse 13:13-14

Com único propósito de enganar os habitantes da Terra, Satanás, através de seus falsos profetas – pregadores e pastores – os quais estão transfigurados em ministros da justiça, realiza grandes sinais. Esses sinais sãos fenômenos sobrenaturais nunca antes imaginados ou considerados pelos homens.

A Bíblia é clara em dizer que é por intermédio desses sinais sobrenaturais que os homens são enganados. Os falsos profetas, transfigurados em ministros da justiça, parecem estar realizando a obra de Deus.

Aos olhos dos homens aparentam estar conduzindo o rebanho pelo caminho da vida, quando na realidade estão seguindo o caminho da morte, pois o rebanho está sendo enganado e iludido pelos grandes sinais e prodígios realizados por Satanás através dos falsos pastores, missionários e evangelistas.

À medida que o fim de todas as coisas se aproxima, Satanás – através de seus ministros – faz até mesmo descer fogo do céu à Terra diante dos olhos estarrecidos dos homens. E, uma vez enganados e seduzidos por esses grandes sinais e prodígios da mentira, os homens passam a acreditar piamente que se trata de uma obra de origem divina.

E, seduzidos pelos milagres, os homens passam a acreditar e a fazer o que esses falsos ministros dizem, pois acreditam que é da vontade de Deus. A nossa única segurança para escaparmos do drama do engano que está sendo encenado na Terra, se restringe em conhecermos profundamente os ensinos das Sagradas Escrituras.

Devemos estudá-la todos os dias de nossas vidas, com afinco, determinação e perseverança. Precisamos cultivar em nosso coração o mesmo espírito dos bereanos: “examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim”. (Atos 17:11). Devemos seguir as orientações de Jesus Cristo, que disse: “Examinais as Escrituras” (João 5:39).

CARACTERÍSTICAS DA IGREJA VERDADEIRA 

9. Contra quem o dragão foi fazer guerra? 

R.: “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo”. Apocalipse 12:17

Apesar da grande obra de engano realizada nestes últimos dias da história deste velho mundo, Deus possui na face da Terra um povo santo e fiel à Sua Palavra.

A Bíblia diz claramente que Satanás irou-se contra a Igreja de Deus, e agora nestes últimos dias foi fazer guerra ao que restou da verdadeira Igreja de Deus. Esses remanescentes são identificados na Bíblia Sagrada por duas características fundamentais:

(1) A primeira delas é que os remanescentes da verdadeira Igreja guardam os mandamentos de Deus, conforme constam das Sagradas Escrituras.

(2) E a segunda característica, é que eles possuem o testemunho de Jesus Cristo.

Para fazer guerra àqueles que guardam os mandamentos de Deus, os espíritos de demônios realizam muitas maravilhas, grandes sinais e prodígios da mentira, visando arregimentar o maior número possível de adeptos.

Uma vez alcançado esse propósito vão fazer pressão aos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha contra o fiel povo de Deus, naquele grande dia do Deus Todo-poderoso. (Apocalipse 16:14).

10. Que duas coisas os santos guardam? 

R.: “Aqui está a paciência dos santos: aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus”. Apocalipse 14:12

Em contrastes com aqueles que seguem milagres como evidência da aprovação divina, os santos do Altíssimo são aqueles que observam a Palavra de Deus. Novamente, os santos são identificados como aqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus.

Portanto, os santos (João 17:17), guardam a Lei de Deus (Êxodo 20:3-17) e a justificação pela fé de Cristo (Gálatas 2:17). Como os santos guardam a “fé de Jesus”, isto indica claramente que eles são constituídos por um grupo de pessoas cristãs, pois possuem a fé de Jesus.

Mas as Escrituras Sagradas dizem que não se trata de qualquer tipo de cristão, mas cristãos que guardam os Mandamentos de Deus, conforme estão registrados nas páginas das Sagradas Escrituras. Isto implica em guardar inclusive o dia do sábado, nos exatos termos da prescrição divina. (Êxodo 20:8-11).

CONCLUSÃO 

11. Babilônia se tornou morada do que?

R.: “E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e coito de todo espírito imundo, e coito de toda ave imunda e aborrecível”. Apocalipse 18:2

No Apocalipse a palavra “Babilônia” tem o significado de confusão religiosa. E nos dias de hoje vivemos numa verdadeira confusão de seitas evangélicas, cada uma acreditando ou rejeitando algum ponto doutrinário bíblico.

Os movimentos pentecostais e carismáticos com centenas de ramificações se divergem doutrinariamente. Todas dizem que possuem a verdade, mas cada qual defende a sua posição doutrinária peculiar e distintiva.

E, apesar de toda essa confusão, ainda assim manifestam em comum os mesmos sinais e prodígios. Teria Deus se tornado um Deus de confusão?

Estaria Deus concedendo os dons do Espírito Santo a grupos tão divergentes e contraditórios?

Estaria Deus concedendo os dons do Espírito aos idólatras veneradores da Virgem Maria?

Teria Deus abandonado as doutrinas bíblicas para se concentrar apenas em dons de línguas, revelações, exorcismos e curas? É claro que não!

Este não é o espírito dos ensinos das Sagradas Escrituras. Verdade é que as Escrituras Sagradas dizem que Babilônia se tornou morada de demônios. E sabemos pelas próprias Escrituras que são os espíritos de demônios que realizam os prodígios em Babilônia.

Os demônios residem nessas igrejas. Pessoas em perfeito estado de saúde somente são possuídas pelos demônios quando visitam tais igrejas. Raramente elas são possuídas pelos demônios em suas casas, nas ruas, nas lojas, no trabalho; mas com freqüência são possuídas nessas igrejas. Portanto, cuidado!

12. Que chamado Deus faz ao Seu povo? 

R.: “E ouvi outra voz do céu que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas”. Apocalipse 18:4

Deus tem um povo constituído por pessoas sinceras nessas igrejas. Pessoas que nunca ouviram falar das eternas verdades bíblicas. Pessoas que estão sendo enganadas pelos ministros dessas igrejas. Pessoas que se deixaram iludir por sinais e prodígios. Pessoas que nunca viram a Lei de Deus, sob sua verdadeira luz.

Pessoas que nunca tiveram a oportunidade de examinar as Escrituras Sagradas por si mesmas e verificar o que é a verdade. A essas pessoas se dirige o chamado de Deus: para que saiam dessas igrejas caídas – verdadeiras moradas de demônios. Saiam para que não sejam participantes dos seus pecados.

Saiam antes que caia as sete últimas pragas que atingirão os membros dessas denominações religiosas. Saiam e venham para junto dos santos, aqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus. (Apocalipse 14:12). Você precisa se decidir!

Se você é realmente uma pessoa honesta e sincera a Deus, você precisa abandonar esse mundo de trevas e de demônios em que se encontra, e tomar a decisão de seguir a luz que lhe é apresentada. Venha e siga a verdade claramente indicada na Palavra de Deus. A salvação é individual e a escolha é exclusivamente sua.

FONTE: Esse artigo é de autoria de Leandro Bertoldo, para conhecer e adquirir o conteúdo integral acesse 👉 Leandro Bertoldo clube de autores.

Facebook Comments

sobre TEMPO PROFETICO TEMPO PROFETICO

Avatar

Além disso, verifique

Narrativa coerente

O cenário atual pode abrir caminho para a manifestação do poder ditatorial previsto em Apocalipse …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Portal Tempo Profético Online

Nesse Portal teremos Matérias com mais detalhadamente sobre as Profecias.

× Atendimento Online!