Novidades

Cair nas mãos de Deus

O que o escritor bíblico está querendo dizer com esta profecia? Quando isto vai acontecer? Por que é horrendo cair nas mãos do Senhor?

Antes de qualquer tentativa de explicação, vamos considerar um pouco sobre o caráter de Deus. A Bíblia O descreve assim: “Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor” (I João 4:8).

Creio que não exista melhor definição sobre Deus do que esta feita por João. Ele é amor e não há necessidade de dizer mais nada. Este é o caráter de Deus. Ele é amor por natureza. Ele ama por princípio e não por qualquer outra razão. O amor de Deus não se extingue por reações do ser humano. Ele ama independentemente de ser ou não amado. O amor de Deus é incompreensível à mente humana.

Há, porém, outro verso na Bíblia que revela algo mais sobre o caráter de Deus. Muitos não gostam ou preferem não falar sobre o assunto. Escuta aí: “Porque o Senhor se levantará como no monte de Perezim, e se irará, como no vale de Gibeão, para fazer a sua obra, a sua estranha obra, e para executar o seu ato, o seu estranho ato” (Isaías 28:21).

Um dia Deus vai se levantar para fazer uma obra que é completamente estranha ao caráter dEle. Vai se levantar e demonstrar amor para um grupo e, para outro, Ele se levanta para destruir e matar. Sem dúvida, esta é uma obra estranha tanto para Isaías quanto para nós outros.

O profeta Isaías tinha um conhecimento pleno do caráter do Deus que adorava. Sabia que Deus é amor, porém, não ignorava que um dia este Deus de amor fará uma obra estranha, que é destruir pecado e pecadores.

Sempre é importante frisar: todos os pecadores que forem destruídos, o serão por escolha própria. Deus oferece tempo e oportunidades para que todos se arrependam e se coloquem do lado dEle. Porém, chegará um dia em que os que preferiram viver uma vida de desobediência e rebeldia colherão os frutos daquilo que semearam, ou seja, a destruição eterna.

Quando a gente estuda esse assunto detalhadamente, entende que a destruição dos pecadores e do mal é um gesto de amor. Por amor aos que se colocaram ao lado dEle, como garantia de proteção e cuidado. O pecado e a dor nunca mais atingirão ninguém em lugar algum do Universo de Deus.

Eu creio que agora estamos preparados para entender a profecia feita por Paulo. “Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo”. O que ele queria dizer com essas palavras tão assustadoras?

Paulo está afirmando que um dia teremos que comparecer diante de Deus para um acerto de contas. É o Pai chamando os seus filhos para uma conversa séria, sem dissimulações. Deus vai arrancar toda a máscara de fingimento e hipocrisia. O juízo dEle é real e absoluto. Nenhum suborno alterará os seus propósitos; nem fama, nem riquezas e nem vantagens terrenas farão qualquer diferença no juízo celestial.

Veja que o escritor bíblico utiliza uma figura de linguagem muito usada em nossos dias, que é “cair nas mãos”. Esta expressão significa que mais cedo ou mais tarde você e eu vamos cair nas mãos do Deus vivo. Não é nas mãos de um deus de madeira ou de gesso. É nas mãos do Deus vivo, que nos conhece como ninguém.

Comparecer diante de Deus sozinho, apresentando as chamadas boas obras, que não tem valor nenhum (são como trapos de imundícia), deve ser terrível. A outra opção é ter um advogado, um bom advogado. Alguém que conheça a situação por todos os ângulos. E, melhor, que não cobre honorários. Na primeira carta de João 2:1, encontramos que “temos um advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o Justo”.

Esse advogado deve ser contado hoje. Hoje é o melhor momento. Hoje Ele é o nosso advogado. Amanhã será nosso juiz. Ouça: “Conjuro-te, pois diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na Sua vinda e no Seu reino” (II Timóteo 4:1).

Chegará um momento em que o julgamento terá fim. Apocalipse 22:11, conta: “Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda”. Ou seja, ninguém poderá mudar de posição ou de lado.

Em programas futuros vamos abordar as profecias do Apocalipse, entre elas, as 7 pragas que cairão antes da volta de Jesus, atingindo aqueles que recusaram o convite divino. Também vamos falar sobre a punição final que acontecerá após os mil anos, mencionados em Apocalipse 20 quando o fogo, vindo de Deus, purificará esse planeta; raiz e ramos, pecado e pecadores.

Hoje é o tempo da oportunidade. Hoje é o tempo de salvação. Vais aproveitar?

Facebook Comments

sobre TEMPO PROFETICO TEMPO PROFETICO

Além disso, verifique

O que é profecia?

O mundo das profecias é extraordinário. Para muitos é algo completamente escuro e desconhecido. Às …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Portal Tempo Profético Online

Nesse Portal teremos Matérias com mais detalhadamente sobre as Profecias.

× Atendimento Online!